O surdo e cego que consegue "assistir" aos jogos graças aos seus amigos!

Leave a Comment

Um verdadeiro amigo nos ajuda nos momentos mais difíceis da vida... e nos melhores também!

Carlos Alberto Santana Junior tem 26 anos, e nasceu com deficiência auditiva. E a partir de seus 10 anos de idade, também começou a perder sua visão.

E não diferente da maioria dos brasileiros, ele ama o futebol, mas por conta de suas limitações, ele poderia nunca mais vivenciar a emoção de assistir o que tanto gostava.

Mas apesar de não ter a audição e de perder a visão, ele tinha algo que poderia valer pelos dois. Seus amigos Hélio Fonseca de Araújo e Regiane Pereira estavam dispostos a fazer com que Carlos pudesse aproveitar os jogos da copa assim como qualquer outra pessoa.

Com um pedaço de papelão na mão, eles montaram um "campo tátil". Quando ele foi apresentado ao campo, sua reação foi magnífica. Qualquer interação de Carlos com o mundo exterior é muito difícil, mas é pra isso que seus amigos estavam lá... para ajudá-lo no que fosse preciso.

"Meu marido fazia os jogadores no campo e a bola com as mãos, e falava com Carlos por meio do tato. E eu fazia a comunicação háptica em suas costas, e passava informações como quem estava com a bola, falava dos cartões, impedimentos...

A comunicação háptica que meu marido trouxe de um congresso das Filipinas também é usada na Noruega, mas não no Brasil. Então, Carlos decorou os números dos jogadores e combinamos alguns sinais para a hora da partida", explicou Regiane, esposa de Hélio. 

Veja:



Um verdadeiro amigo realmente vale por tudo!





Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário