Natal: 11 segredos pra você saber exatamente o que está comemorando

5 comments
11 coisas incríveis do Natal que você sempre quis saber!

Todo ano é a mesma coisa: você passeia pelo shopping miseravelmente lotado e depois de sofrer uma overdose de Árvores de Natal, fatalmente se pergunta - "de onde tiraram essa ideia afinal?".

Ou então, fica intrigado com aquele peru arreganhado encima da mesa na hora da Ceia, e nem sabe por quê ele é o prato principal... Aí você sempre diz que vai pesquisar sobre isso depois, mas acaba se esquecendo e passa mais um ano até você se deparar com a mesma dúvida novamente.
  
Pra resolver isso de uma vez por todas, preparamos uma lista especial, explicando todas aquelas dúvidas antigas. Finalmente você vai entender tudo sobre o Natal e até vai poder impressionar seus amigos e parentes durante a Ceia, enquanto eles se fartam esbugalhando o pobre peru arreganhado, acompanhado daquele infeliz arroz com passas que sempre acaba sobrando no prato de todo mundo...

Essas curiosidades vão render ótimas conversas no seu fim-de-ano!


Árvore de Natal

Árvore de Natal
Basicamente, essa tradição como conhecemos hoje, começou na Alemanha, por volta de 1517, quando o padre Martinho Lutero montou um pinheiro enfeitado com velas para mostrar as crianças como seria o céu na noite do nascimento de Jesus.




Depois disso o costume tomou conta da Alemanha e foi parar na Inglaterra graças ao marido da Rainha Vitória (que era alemão) e se espalhou pelo mundo através dos ingleses. Hoje temos, inclusive, árvores muito bizarras, com as mais diferentes inspirações! [clique aqui para saber mais]


Ceia de Natal

Ceia Natal
A ceia de Natal teve origem na "Última Ceia", quando Cristo teria reunido seus apóstolos, de acordo com a famosa pintura de Leonardo DaVinci. Depois, na Europa da Idade Média, as pessoas deixavam a porta de casa aberta durante a noite de Natal, para que as pessoas pobres e viajantes de passagem, pudessem participar da ceia de Natal, e assim nasceu a tradição das pessoas se reunirem durante a ceia.


Presépio

Presépio
São Francisco de Assis teria construído o primeiro presépio em 1224, na cidade de Greccio, na Itália, iniciando essa tradição, que continua uma das mais populares até hoje.


Missa do Galo

Missa do galo
Segundo uma antiga lenda, um galo que anunciou o nascimento de Cristo. No Brasil, existia antigamente a tradição (ainda vigente em algumas cidades pequenas) de levar um galo à missa. Se ele cantasse, era sinal de boa sorte para o próximo ano.


Velas de Natal

Velas de Natal
Na tradição cristã, as velas simbolizam Cristo, considerado a "Luz do mundo", e cada pessoa deveria seguir seu exemplo e ser como uma vela: espalhando brilho e bem estar a todos que a rodeiam.


"Noite Feliz"

Noite Feliz
A famosa canção natalina surgiu na Áustria, em 1818, quando o padre Joseph Mohr estava com seu órgão de igreja danificado por uma infestação de ratos. Com medo de ficar sem música no Natal, ele procurou uma canção simples, que não precisasse de um acompanhamento muito complicado. No final, procurou o músico Franz Gruber, que criou a melodia.
Já a versão brasileira da canção surgiu por volta de 1893 e foi feita pelo Frei Pedro Sinzig, um austríaco naturalizado brasileiro.


Peru de Natal

Peru de Natal
Cristóvão Colombo descobriu essa ave quando chegou a América. Como ele acreditava estar chegando as Índias, o peru ficou conhecido na Europa como "Galo da Índia". Acabou sendo muito apreciado por seu sabor, tanto pela nobreza quanto pelo povo, e se tornou símbolo de grandes comemorações, sendo uma consequência natural chegar até ceia de Natal.


Panettone

Panettone
Teria sido inventado em Milão, na Itália, e se transformou em uma tradição nas festas de fim de ano. A lenda mais popular diz um nobre jovem milanês, se apaixonou pela filha de um padeiro chamado Toni (daí o nome "Pan de Toni"). Para impressionar o pai da moça, o jovem inventou um maravilhoso pão, cheio de frutas e muito delicado, e moldou seu topo topo na forma de uma cúpula de igreja.


Estrela de Belém

Estrela de Belém
O astrônomo britânico Colin Humprey, da Universidade de Cambridge, afirmou que a "Estrela de Belém" era na verdade um cometa, registrado detalhadamente por astrônomos chineses da antiguidade, e através disso ele conseguiu identificar a data correta do nascimento de Cristo.


Nascimento de Cristo

Nascimento de Cristo
Algumas antigas tradições fixavam 20 de maio como a data certa, enquanto outras insistiam nos dias 19 ou 20 de abril. Recentemente, em 1991, graças a "Estrela de Belém", o astrônomo britânico Colin Humprey, conseguiu identificar a data correta do nascimento de Cristo , que seria entre 13 e 27 de abril.


Papai Noel

Papai Noel
Uma tradição menos conhecida afirma que ele surgiu na Idade Média, quando a peste matou milhares de crianças, e Noé (o mesmo que construiu a arca), teria pedido a Deus para voltar Terra e alegrar um pouco as crianças. Daí o costume do Papai Noel distribuir bichinhos de sua coleção de animais!
A história mais famosa e aceita, conta que Papai Noel foi um bispo católico muito bondoso que viveu no século V, chamado Nicolau, que resolveu presentear a garotada com brinquedos todo final de ano. Por isso, na Europa e Estados Unidos, o Papai Noel é conhecido como São Nicolau ou Santa Claus, em Inglês.




Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

  1. Sou fã do site porém nessa postagem o site pecou puxando saco dos cristãos. O verdadeiro segredo é que o natal é uma festa pagã que celebra o sousticio e a igreja se apropriou da data e manipulou os símbolos apenas para facilitar a conversão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. George Franklin, por que vocês ateus se incomodam tanto com as comemorações católicas ou do cristianismo em geral se vocês não tem nada a ver com isso? O que o site tá explicando é o significado das diversas tradições que englobam o Natal e não como surgiu o Natal. E outra se a implicância é porque gostam do Natal mas por ser uma comemoração católica(cristã) não se sentem a vontade e por isso tem a vontade de descaracterizá-lo como festa católica para assim comemorar sem se sentir estar estimulando o cristianismo por que vocês não vão lá para o norte da Europa aguardar o Solstício de Inverno já que pra vocês isso é o Natal? Ateus reclamam de preconceito sendo que são mais preconceituosos que todos os outros grupos religiosos.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Essa história da estrela de Belém, o astrônomo pisou na bola! Uma estrela que parte do oriente (talvez Bebilônia) em direção a Jerusalém, onde estava o Rei Herodes, depois volta para trás em direção a Belém, e para acima da casa (algum tempo depois de nascido o menino não estava mais na manjedoura) não combina nenhum pouco com o comportamento de um cometa. Além do mais, o cometa passa rápido pelo céu.

    ResponderExcluir