Celulares podem transmitir doenças? Você vai se espantar com a resposta!

Leave a Comment
Celular Contaminado transmite doença

Você já pensou em encostar o assento da privada, um ralo ou a sola do sapato de um estranho no seu rosto? E antes de dormir, você ficaria mexendo nessas coisas imundas e depois passaria a mão no rosto, nos olhos e tudo mais?... Não, né?

Mas você sempre lê alguma notícia ou troca mensagens pelo celular antes de dormir, certo? Então prepare-se para esta notícia miseravelmente imunda: esses aparelhos eletrônicos carregam mais micro-organismos que o seu vaso sanitário, inclusive bactérias causadoras de doenças e infecções hospitalares.

Dormindo com o celular

São várias pesquisas que atestam a imundície dos celulares. Uma delas foi divulgada em 2012 por pesquisadores da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos. Segundo eles, esses aparelhos contêm dez vezes mais bactérias que um banheiro!




Eles ganham de longe de coisas que são miseravelmente imundas, como solas de sapato, apoios de ônibus, corrimãos de escadas rolantes, e vasos sanitários!

Até um pano de prato molhado, que têm um milhão de bactérias a mais que os assentos de privada, não são páreo para um celular. E, segundo os especialistas, não importa se o aparelho tem tela de touch screen ou teclado -- o nível de contaminação é o mesmo. Já houve até casos de transmissão do vírus ebola pelo celular.

Contaminação dos celulares - comparação

E o festival de contaminação dos celulares é muito maior do que você imagina: em outras análises, já foram encontradas bactérias como a Staphylococcus aureus, que pode provocar intoxicações alimentares, conjuntivite, sinusite, laringite e infecções com pus; a Escherichia coli, que é indicadora de contaminação fecal e pode causar diarreias e vômitos; e até a Pseudomonas aeruginosa, associada a infecções hospitalares, entre outras doenças.

O motivo de tanta contaminação 

É muito simples: muita gente não lava as mãos da forma correta e na frequência adequada. Sem contar que celulares e tablets têm substituído revistas e jornais no banheiro. Junte a isso a proximidade do celular com a boca e nariz, e as condições da contaminação estão mais que perfeitas!

Motivos da contaminação do celular

Basta uma tosse ou uma coceira no nariz e pronto, vírus e bactérias vão logo para as superfícies mais tocadas. E alguns desses micro-organismos podem sobreviver por até 24 horas, como alerta uma reportagem do jornal britânico Daily Mail.

E o que fazer pra evitar esse festival da imundície? 

Bem são algumas atitudes simples, como por exemplo lavar as mãos corretamente, usando sabão por no mínimo 20 segundos e secando bem depois. E o ritual deve ser repetido não só depois de usar o banheiro, como também antes de comer e de começar a trabalhar, especialmente se você usa ônibus e Metrô.

Como limpar o celular ?

E quanto aos celulares e tablets, é bom ler os manuais desses equipamentos, que sempre trazem orientações de limpeza. Mas, em geral, basta umedecer um lenço ou papel toalha com álcool isopropílico e passar por todo aparelho. E cuidado! É bom não exagerar no álcool: é só umedecer, e não encharcar o pano, pois como diria o Dr. Bactéria: "a ideia é matá-las pelo contato, e não por afogamento"! Além disso, um pano encharcado pode danificar seu inestimável aparelho!




Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário