Batatas do McDonald’s venenosas? O chocante escândalo das McFritas

3 comments
Batatas do McDonald’s - Depois desse vídeo elas nunca mais serão as mesmas...

Não é de hoje que a famosa rede de fastfood é acusada de usar métodos estranhos para a produção de seus produtos, afinal quem não se lembra da história dos hambúrgueres de minhocas do McDonald's?

Claro que a empresa sempre negou tudo isso, e faz questão de declarar (inclusive nas caixinhas do lanche) que a carne que utiliza é 100% bovina, mas mesmo assim o mito persiste até hoje...

E como se não bastasse essa história das minhocas, agora até as famosas batatinhas Mcfritas entraram na polêmica!

Hambúgueres fabricados pela Marfrig para a rede Mc Donald's - Divulgação Mc Donald's

Michael Pollan é um assíduo defensor da cozinha caseira e natural, autor, jornalista, ativista, e professor de jornalismo da Universidade 'UC Berkeley Graduate School of Journalism' , que alega que as batatas utilizadas pela rede McDonalds não são nem um pouco saudáveis, sendo produzidas através de um método que parece assustador!




Segundo o professor Pollan, a batata do tipo Russet Burbank é a preferida para o tipo de corte longo e fino que as redes de fastfood adotam, e por isso ela é produzida em larga escala.

Batatas do McDonald’s - Depois desse vídeo elas nunca mais serão as mesmas

O problema é que esse tipo de batata é um dos mais delicados e difíceis de se cultivar, sujeitos a vários tipos de pragas, principalmente aquelas manchinhas marrons que vemos também em outros tipos de batatas.

Batata do tipo Russet Burbank amplamente uilizada em processos industrializados

As manchas não oferecem nenhum risco ou prolema de saúde, mas segundo o professor Pollan, o McDonald's não aceita esse defeito por uma simples questão estética, e por isso os produtores rurais que vendem batatas à rede de fastfood precisam usar um pesticida fortíssimo, chamado 'Monitor' para que as batatas sejam perfeitas e sem manchas.

Um vídeo do Youtube mostra uma palestra do professor Pollan descrevendo como seria o processo de produção das batatas, que segundo o relato do vídeo, ficam venenosas por mais de 6 semanas após a aplicação do pesticida. Segundo o professor, os agricultores não entram nos campos de plantio nos 5 dias que seguem a aplicação do pesticida, e só depois desse prazo colhem as batatas, que seriam colocadas em gigantescos galpões de armazenamento com temperatura controlada, e lá permanecem por mais 6 semanas para que a química e gases venosos sejam expelidos, já que, também nesse período, elas não seriam comestíveis, oferecendo graves riscos de envenenamento.

Comparação do processo de produção de batas do Mc Donalds

Já a rede McDonald's declarou inúmeras vezes que seus métodos de produção são seguros e confiáveis, seguindo altíssimos padrões de qualidade, e por isso seus produtos não oferecem nenhum risco para a saúde de seus consumidores.

Com declarações tão divergentes de ambos os lados, por enquanto resta a nós consumidores fazermos o juízo dessa causa, e por isso nós lhe perguntamos: De que lado você está?






Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Lá, pelo menos, as batatas ficam em galpões para expelir todo o veneno e se tornar seguras para o consumo. Pior é aqui que nossos hortifrútis saem da lavoura direto para o supermercado cheio de pesticidas. Eu ainda acho mais segura uma batata do McDonald's do que um tomate comprado aqui. Se as pessoas conhecessem nossas lavouras, plantariam seus próprios alimentos.

    ResponderExcluir