Um Dragão-de-Komodo gigante no banheiro pode ser aterrorizante...

1 comment
Dragão-de-Komodo gigante no banheiro - Capa

Mark MacEwen é um cinegrafista inglês que estava na Indonésia para filmar um documentário sobre a vida selvagem, e teve uma grande surpresa, que acabou virando notícia no mundo inteiro...

O documentarista provavelmente jamais poderia imaginar que, ao invés de perseguir os animais para conseguir um belo vídeo, ele simplesmente encontraria a vida selvagem bem dentro do banheiro do seu quarto de hotel!

Dragão-de-Komodo gigante no banheiro

Como você deve saber, os Dragões-de-Komodo são animais muito poderosos, capazes de desferir mordidas violentas com suas mandíbulas infestadas de bactérias perigosas. Uma pequena mordida pode desencadear quadros de infecções severas, que mesmo nossos melhores antibióticos não conseguem combater com total eficácia, e pode causar desde de gangrena até infecções generalizadas.




De fato, as bactérias na saliva desses animais são tão poderosas, que a indústria farmacêutica faz muitas pesquisas em busca de novos antibióticos usando justamente os dragões-de-komodo, que tem um sistema imunológico ainda não totalmente compreendido, capaz de resistir às infecções de "super-bactérias".

Dragão Komodo

Além de tudo, embora não pareçam, esses dragões podem ser muito rápidos, e se forem provocados podem ser bem agressivos, com potencial de causarem graves mutilações em suas vítimas.



Mas no caso do cinegrafista inglês, ele teve muita sorte, e conseguiu seu quarto de volta após atrair o animal para fora usando uma isca. Tudo acabou da melhor maneira possível, e o poderoso réptil permaneceu livre, para continuar vivendo sua vida.







Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Eu me lembro que no jogo Far Cry 3 tem um monte deles e é só eles te verem que vão correndo na sua direção, e são bem resistentes.
    Mas na vida real deve ser bem legal ver um de perto, lógico, com toda segurança possível.

    ResponderExcluir