Este inseto estava extinto há 30 anos, só que não

Leave a Comment
Este inseto estava extinto há 30 anos, só que não - Capa

Declarada oficialmente extinta desde 1986 a espécie lagosta-de-árvore (Dryococelus australis) era considerada mais uma perda irrecuperável da biologia australiana.

O triste fim desse inseto teria começado em 1918, quando uma embarcação australiana chegou na ilha Lord Howe, no Mar da Tasmânia, carregando ratos pretos que acabaram eliminando várias espécies nativas.

lagosta-de-árvore Dryococelus australis extinta

A lista de baixas inclui 5 tipos de pássaros, 2 variedades de plantas e 13 espécies de invertebrados, como a a lagosta-de-árvore, que não existe em nenhum outro lugar do mundo.




Já em 1960 as autoridades estavam cientes do desaparecimento das lagostas-de-árvore, mas resolveram esperar mais tempo para confirmarem sua extinção, o que só aconteceu em 1986.

A boa notícia agora é que pesquisadores descobriram que os tais insetos considerados extintos na verdade conseguiram sobreviver, e segundo Alexander Mikheyev, lider da pesquisa, nós tivemos uma nova chance de tentarmos reparar um erro, o que normalmente não ocorre.

lagosta-de-árvore (Dryococelus australis
Diferença entre os insetos encontrados e aqueles declarados extintos - Foto divulgação

Apesar dos insetos encontrados nas rochas não serem idênticos a espécie declarada oficialmente extinta da Ilha Lord Howe, a comparação entre os genomas dos dois animais confirmou menos de 1 por cento de diferença, o que é uma margem suficientemente pequena para que os exemplares sejam considerados da mesma espécie.

"Descobrimos o que todos queriam encontrar, e apesar de algumas diferenças morfológicas significativas, essas são de fato a mesma espécie" afirmou Mikheyev.

De qualquer forma os especialistas avisam que a espécie continua seriamente ameaçada de extinção, e que devemos nos empenhar para aproveitarmos bem essa segunda chance que a natureza nos deu.





Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário