Inteligência Artificial descobre segredo de mais de 600 anos


Inteligência Artificial descobre segredo de mais de 200 anos - Capa

Um enigma com mais de 600 anos e 204 páginas assombra estudiosos há mais de um século. Trata-se do Manuscrito Voynich (do qual já falamos em uma matéria anterior), que ganhou esse nome depois de ser descoberto pelo livreiro Wilfrid Voynich em 1912.

O velho manuscrito foi encontrado na Itália, em uma biblioteca que pertencia à ordem religiosa Jesuíta, e desde então especialistas e estudiosos do mundo inteiro tentaram traduzi-lo.




Inúmeras teorias surgiram, mas nunca ninguém conseguiu de fato desvendar o código secreto do velho livro codificado e assim seu enigma se mantém até hoje...

Agora, na tentativa de compreender um pouco mais sobre o antigo manuscrito, os pesquisadores Greg Kondrak e Bradley Hauer resolveram submeter os antigos escritos a um computador com inteligência artificial programado para identificar mais de 400 padrões linguísticos.

Manuscrito Voynich - Img 1

Eles acreditavam que o computador poderia encontrar similaridades e congruências quando o texto fosse submetido a uma detalhada análise baseada em um vasto banco de dados que, com sorte, poderia revelar que tipo de linguagem teria sido usada na formulação do código secreto do manuscrito.

E não é que eles conseguiram revelar parcialmente o mistério?

Bem, dissemos "parcialmente" porque afinal de contas, eles não conseguiram traduzir nada do texto, mas pelo menos conseguiram descobrir que o código secreto utilizado no manuscrito deriva da linguagem hebraica.

Manuscrito Voynich - Img 2

Agora, com essa nova descoberta, podemos começar a tentar decifrar o código secreto que o autor do manuscrito usou, e quem sabe poderemos compreende-lo em breve.

E nós esperamos que seja algo bem importante, que faça valer a pena todos esses anos de curiosidade e esforços, não é mesmo?





Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários