As 10 plantas mais venenosas do mundo (você pode ter uma e nem sabia!)

4 comments
As 10 plantas mais venenosas do mundo (você pode ter uma e nem sabia!)

Elas podem estar bem pertinho de você, até no seu pescoço ou no seu pulso, na forma de um inocente colarzinho, ou de uma meiga pulseirinha, pois são comumente usadas em artesanatos populares!

Sim, você nem desconfiava, mas essas plantas venenosas estão mais perto do que você poderia pensar... inclusive em seus vasos e jardins!

Apesar de algumas não serem nativas do Brasil, todas elas podem ser facilmente encontradas por aqui. Elas são mesmo muito perigosas por conta de seu veneno disfarçado. E se você tem crianças em casa, pior ainda!

Plantas venenosas - Trombeta (Brugmansia suaveolens)

Muitas das vítimas dessas plantas venenosas sempre foram as crianças, que se sentem atraídas pela aparência comestível e atraente de suas frutas. Junte a curiosidade infantil, com a tolerância ainda menor ao veneno e a tragédia está completa...




Então se você tiver crianças em casa, preste atenção redobrada em nossa lista. E não deixe de ver nossa outra super-lista que trata só das flores venenosas [5 Flores assassinas que você provavelmente tem em sua casa].

E antes que os mais empolgados joguem o vaso pela janela, ou saquem o facão e corram pro jardim pra cortar e botar fogo nas pobres plantinhas, já avisamos: O mais importante é você saber exatamente o que é a planta e quais seus riscos, assim vai saber o que NÃO fazer. Dessa forma, apesar de ser uma planta venenosa, ela pode muito bem continuar enfeitando a sua casa!


Mamona (Ricinus Communis)

Plantas venenosas - Mamona (Ricinus Communis)
Ela é encontrada facilmente em terrenos vazios por todo país, e também é simplesmente a planta mais venenosa do mundo de acordo com o Guinness Book! A Mamona é nativa da bacia do Mediterrâneo, África oriental e Índia, mas é amplamente cultivada como planta ornamental, além de ser utilizada também na indústria. A toxina chamada ricina é encontrada em toda a planta, mas está concentrada em maior quantidade nas suas sementes (da qual o óleo de mamona é feito). Apenas uma mísera sementinha é suficiente para matar um humano em apenas dois dias, e pra piorar, a morte será agonizante e lenta... Os primeiros sintomas aparecem em poucas horas e incluem sensação de queimação na garganta e na boca, dor abdominal e diarreia com sangue e vômito. O processo de envenenamento é irreversível e a causa final da morte será desidratação. Estranhamente, os animais são mais resistentes ao seu veneno : enquanto 1 semente já pode matar um ser humano adulto, são necessárias 11 para matar um cão e 80 sementes para matar um pato...


Jequiriti ou Ervilha do rosário (Abrus Precatorius)

Plantas venenosas - Jequiriti ou Ervilha do rosário (Abrus Precatorius)
Ela é uma das maiores ameaças, pois é usada em artesanatos muito populares no Brasil (muitas tribos indígenas litorâneas a utilizam, inclusive em São Paulo) e ela pode estar no seu pescoço nesse exato momento! Embora essa planta seja nativa da Indonésia, se espalhou pelo mundo, sendo muito conhecida por suas sementes vermelho-brilhantes com um ponto preto, que são usadas como miçangas em vários artesanatos populares e indígenas. O veneno da planta se chama abrina, que é semelhante ao veneno ricina, (aquele da Mamona), mas com uma diferença letal: a abrina é cerca de 75 vezes mais forte que a ricina. 3 microgramas pode matar um humano adulto. O uso de suas sementes como enfeite é uma enorme ameaça; pessoas já morreram só de furar os dedos na broca usada para perfurar os orifícios minúsculos nas sementes!


Beladona (Atropa Belladonna)

Plantas venenosas - Beladona (Atropa Belladonna)
Ela é nativa da Europa, norte da África e Ásia ocidental. Suas toxinas causam delírios e alucinações, perda da voz, boca seca, dores de cabeça, dificuldade respiratória e convulsões. A planta toda é venenosa,incluindo seus frutos, que pra piorar as coisas, tem aparência comestível e sabor bem doce, que podem atrair qualquer desavisado, principalmente as crianças! 10 a 20 frutinhas podem matar um adulto. Mas nas folhas é que está concentrada a maior parte do veneno: apenas uma já basta pra matar um homem adulto. Curiosamente, por volta do ano de 1500, homens energúmenos usavam beladona rotineiramente, como colírio, para dilatar as pupilas, considerado atraente porque dava ao usuário um olhar sonhador...


Abundância (Ageratina Adenophora)

Plantas venenosas - Abundância (Ageratina Adenophora)
Nativa da América do Norte, ela dá flores brancas e, após a floração, pequenas sementes são levadas pelo vento. Essas sementes têm uma alta porcentagem da toxina tremetol, que não é um problema para seres humanos diretamente... mas quando as sementes ou folhas da planta são comidas pelo gado, a toxina é absorvida e vai parar no seu leite e na sua carne. Quando os humanos, então, comem essa carne ou bebem esse leite, a toxina entra no corpo e se torna a chamada “doença do leite”, altamente fatal. Milhares de colonos europeus morreram da doença na América no início do século 19.


Erva de São Cristóvão (Actaea Pachypoda)

Plantas venenosas - Erva de São Cristóvão (Actaea Pachypoda)
Ela é nativa da América do Norte e, apesar de toda a planta ser tóxica, a parte mais venenosa é seu fruto, que contêm uma toxina cancerígena com efeito sedativo quase imediato em músculos cardíacos humanos e pode facilmente causar uma morte rápida. Infelizmente, ela já matou um número incontável de crianças, mundo afora, já que as frutinhas venenosas têm um gosto doce e aparência atraente.


Trombeta (Brugmansia suaveolens)

Plantas venenosas - Trombeta (Brugmansia suaveolens)
Às vezes são confundidas com o lírio, pela semelhança. Também são chamadas de trombeta de anjo, e são nativas das regiões tropicais da América do Sul. As flores podem variar entre branco, amarelo, laranja e rosa. Todas as partes da planta são venenosas. e sua principal substância ativa é a Escopolamina, mas ela também contém Atropina e Hiosciamina, que são usadas em medicamentos para a asma e mal de Parkinson. Devido a popularização de seu uso como droga, na forma de chá, sua circulação no Brasil é controlada pelo Ministério da Saúde, mas como ela é encontrada facilmente, o controle é complicado. Sua utilização pode resultar facilmente em uma overdose, coma e morte.


Nux vomica (Strychnos nux-vomica)

Plantas venenosas - Nux vomica (Strychnos nux-vomica)
Nativa da Índia e sudeste asiático, árvore da Estricnina tem componentes muito úteis no tratamento de vários males, como ansiedade, depressão, insônia e insuficiência cardíaca, etc. Porém, na forma natural, ela é extremamente venenosa. As pequenas sementes de seu fruto parecido com uma laranja são altamente tóxicas: 30 miligramas dessas toxinas são suficientes para matar um adulto, e será uma morte dolorosa, com convulsões violentas pela estimulação da coluna vertebral.


Teixo (Taxus Baccata)

Teixo (Taxus Baccata)
Ela é nativa da Europa, norte da África e sudoeste asiático. As sementes dentro de sua frutinha vermelha é a única parte que não é venenosa, pois permite que os pássaros as comam e espalhem suas sementes. Uma dose de 50 gramas já pode ser fatal para um ser humano. Os sintomas incluem dificuldade respiratória, tremores musculares, convulsões e, finalmente, parada cardíaca. Em casos de intoxicação grave, a morte pode ser tão rápida que os outros sintomas nem têm tempo de aparecer...


Cicuta (Cicuta Maculata)

Plantas venenosas - Cicuta (Cicuta Maculata)
É considerada a planta mais venenosa da América do Norte e contém uma toxina que provoca convulsões... As plantas têm pequenas flores brancas ou verdes, na forma de guarda-chuva. O veneno é encontrado em todas as partes da planta, mas é mais concentrado nas raízes. Além de convulsões quase imediatas, outros sintomas incluem náuseas, vômitos, dores abdominais, tremores e confusão mental. A morte geralmente é causada por insuficiência respiratória ou fibrilação ventricular e pode ocorrer poucas horas após a ingestão.


Erva de Lobo (Aconitum Lycoctonum)

Plantas venenosas - Erva de Lobo (Aconitum Lycoctonum)
Também é conhecida como Acônito. O nome lycoctonum se refere ao uso desta planta para matar lobos (luco = lobo e ctonos = matar). Essas plantas são nativas de regiões montanhosas do hemisfério norte e é extremamente venenosa. Em casos de ingestão, os sintomas incluem queimação nos membros e abdômen. Em grandes doses, pode levar à morte em 2 horas. 20 mililitros são suficientes para matar um humano adulto. Curiosamente, essa planta faz parte da mitologia do lobisomem, e seria capaz de afugentá-los ou induzir sua transformação, independentemente da fase da Lua.




Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Legal. Segundo a placa da primeira imagem, posso colocar um morto lá dentro, que ele corre o risco de viver.

    ResponderExcluir
  2. Amigo tenho uma planta que ganhei nem mesmo a pessoa do horto sabia o que era como faço pra descobrir

    ResponderExcluir