Computador se passou por garoto de 13 anos e enganou humanos

1 comment
Computador se passou por garoto de 13 anos e enganou humanos

Um computador foi capaz de enganar humanos ao se passar por um adolescente de 13 anos de idade. A máquina entrou para a história como a primeira a passar no teste de Turing.


Cinco máquinas foram testadas no Royal Society, em Londres. O teste é simples: o computador deve ser capaz de enganar os juízes, e fazer eles acreditarem que estão realmente conversando com uma pessoa.

teste de Turing

O teste de Turing foi criado em 1950 por Alan Turing. Nenhum outro computador havia passado no teste de Turing antes, afinal, ele exige que 30% dos entrevistadores humanos sejam enganados durante uma série de conversas online que duram cinco minutos.




Mas pela primeira vez na história, "Eugene Goostman", um programa de computador desenvolvido para se passar por um menino ucraniano de 13 anos conseguiu de fato enganar 33% dos juízes (humanos). Todos os juízes acreditaram que, após os 5 minutos de bate-papo, tratava-se de um humano do outro lado na tela.

A máquina foi criada pelo russo Vladimir Veselov, que mora nos Estados Unidos, e pelo ucraniano Eugene Demchenko, que vive na Rússia. Veselov disse ao The Independ que a ideia original era fazer com que o programa respondesse qualquer coisa, e o fato de se passar por um garoto de 13 anos justificaria o fato de ele não saber responder algumas perguntas mais específicas.

Eugene Goostman Computer program

O professor Kevin Warwick, disse ao jornal The Guardian que este marco entrará para a história como um dos mais emocionantes. "No campo da inteligência artificial, não há nada mais icônico e controverso que o teste de Turing".

O evento ocorreu no dia 7 de junho de 2014, data do 60º aniversário de morte de Turing, que lançou as bases da computação moderna. Durante a segunda guerra mundial, seu trabalho com códigos ajudou inclusive a reduzir o conflito e salvar milhares de vidas.




Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário: