Drácula: a terrível história real por trás do 'vampiro' é ainda pior

22 comments
Drácula: a terrível história real por trás do 'vampiro' é ainda pior

Se alguém te disser que o famoso Conde Drácula realmente existiu, você acreditaria?

Na verdade, você vai perceber que a história por trás do verdadeiro "vampiro conde Drácula" é muito pior do que se imagina... se ele fosse um simples vampiro como diz a lenda, não seria tão ruim...

A história por trás do temido "Vampiro": Príncipe Vlad III Drácula (1431-1476)

Vlad III Drácula, também conhecido como Vlad Tepes, nasceu em novembro ou dezembro de 1431, na Transilvânia, Romênia. O pai de Drácula, o príncipe da Valáquia Vlad II Dracul, era um membro de uma ordem fraternal secreta de cavaleiros chamada Ordem do Dragão. Este grupo de guerreiros foi fundado por Sigismund, imperador do Sacro Império Romano, e sua missão era defender o catolicismo e o império contra os muçulmanos, turcos e otomanos. Por causa de sua associação com a Ordem dos Dragões, Vlad II era conhecido como Dracul, o que significa dragão. Mais tarde, o filho de Vlad se tornaria conhecido como Drácula ou "filho do dragão".

conde dracula na vida real

O Conde Drácula se envolveu fortemente com política e guerra, primeiro apoiando seu pai, e depois, lutando contra turcos e húngaros. Ao longo desse tempo, Drácula mostrou seus instintos mais perversos com relação a política e a guerra,e com isso, conseguia "a punhos de ferro" resistir aos trucos e otomanos.




A lenda dos vampiros surgiu por conta do famoso e cruel conde Drácula. Não, ele não era um vampiro com caninos pontiagudos como conhecemos nos filmes, mas pra falar a verdade, se ele tivesse mesmo sido "apenas" um vampiro, não teria sido tão terrível como foi sua história real...

Drácula, um vampiro?

Drácula era conhecido por sua crueldade extrema com seus inimigos políticos e militares, e seu passa-tempo era assistir esses "inimigos" sendo torturados enquanto jantava. Ele fez algumas das piores atrocidades do mundo, e depois disso, bebia o sangue dos inimigos enquanto eles morriam. Além disso, sua forma favorita de tortura era o empalamento.

Vampiro Drácula - empalamento

Segundo contam os livros, Drácula gostava de ver dezenas, centenas e se possível, milhares de pessoas sendo empaladas ao mesmo tempo, e enquanto suas vítimas sofriam miseravelmente, ele brincava e se divertia, bem ao estilo "louco de pedra". Reza a lenda que cerca de 100 mil pessoas foram mortas por Drácula, e por isso ele ficou conhecido como um "vampiro com sede de sangue". Pra falar a verdade, se ele tivesse sido um vampiro de fato, assim como aqueles que vemos em filmes de Hollywood, não teria sido tão ruim...

Em 1462 o exército de Drácula atacou os turcos em uma tentativa de expulsá-los da região do Vale do Rio Danúbio. O Sultão Mehmet II, o conquistador de Constantinopla, invadiu a Valáquia, mas ficou atordoado quando viu uma cena horrível em Tirgoviste, capital de Drácula: 20.000 prisioneiros turcos foram encontrados empalados, mortos ou morrendo. O local ficou então conhecido como "A Floresta dos Empalados".

O castelo do Conde Drácula

O famoso "Castelo do Drácula" é o Castelo de Bran, localizado na vizinhança da cidade de Brașov. Ele é um monumento nacional e marco histórico da Romênia. A fortaleza situa-se na fronteira entre a Transilvânia e a Valáquia, encravado na floresta abaixo do monte Cárpatos.

Castelo do Drácula

Atualmente, o castelo funciona como um museu aberto ao público, exibindo peças de arte e mobiliário colecionados pela Rainha Maria. Os turistas podem ver o interior em visitas livres ou guiadas. Ao fundo da colina situa-se um pequeno parque museu ao ar livre, o qual exibe estruturas camponesas tradicionais da Romênia, representando todo o país.

O Fim de Drácula

Alguns anos mais tarde, os turcos finalmente conseguiram prevalecer, e Drácula perdeu o trono, quando foi exilado na Hungria por quase 12 anos. Em 1476, Drácula atacou a Valaquia novamente, numa tentativa de recuperar o trono, mas os turcos conseguiram eliminar Drácula de uma vez por todas.

dracula guerras turcos

O famoso e temido Conde Drácula foi morto em 1476, perto de Bucareste. O Sultão recebeu a cabeça de Drácula (literalmente) como prêmio, e exibiu sua "conquista" no principal parapeito de seu palácio, na nova capital otomana de Constantinopla.

Ou seja, quando alguém lhe perguntar: O Conde Drácula existiu de verdade? Ele era um vampiro? Você provavelmente vai responder: "Não, ele foi muito, muito pior do que um vampiro"...




Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

22 comentários:

  1. Uai.. se até hoje se fala no Conde Drácula, é porque deve haver algum fundo de verdade nessa história ou mesmo alguém que era canibal ou mesmo gostava de beber sangue das pessoas e que acabou sendo alvo de crítica e repercutindo o mundo inteiro por sua história...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita-se que Vlad III sofria de uma doença, chamada porfiria. Esta doença pode se caracterizar de duas formas: ou a pessoa é alérgica aos solares, ou a pessoa desenvolve naturalmente bolhas e feridas na pele, acompanhadas de loucura e confusão mental. Antigamente, as pessoas bebiam sangue para aliviar os sintomas, o que parece ter sido o caso de Drácula.

      Excluir
    2. Acredita-se que Vlad III sofria de uma doença, chamada porfiria. Esta doença pode se caracterizar de duas formas: ou a pessoa é alérgica aos solares, ou a pessoa desenvolve naturalmente bolhas e feridas na pele, acompanhadas de loucura e confusão mental. Antigamente, as pessoas bebiam sangue para aliviar os sintomas, o que parece ter sido o caso de Drácula.

      Excluir
    3. Acredita-se que Vlad III sofria de uma doença, chamada porfiria. Esta doença pode se caracterizar de duas formas: ou a pessoa é alérgica aos solares, ou a pessoa desenvolve naturalmente bolhas e feridas na pele, acompanhadas de loucura e confusão mental. Antigamente, as pessoas bebiam sangue para aliviar os sintomas, o que parece ter sido o caso de Drácula.

      Excluir
    4. É uma condição terrível, a pele fica rosada e fina, os pelos caem e ela fica úmida, o nariz carcomido e o sol é um vilão, pois a pele está hiper sensível

      Excluir
  2. Nossa boto fe, nao sabia da verdadeira historia.

    ResponderExcluir
  3. Bonzinhos eram os islâmicos turcos que naquela época invadiam a Europa e, em vez de empalar soldados inimigos como o Drácula, cometiam atrocidades inclusive contra civis, mulheres e crianças! Os turcos subjugaram todo o leste europeu, cometeram um genocídio contra os cristãos armênios e, chegando até Viena, capital da Áustria, fizeram crueldade inenarráveis com as mulheres camponeses que encontraram fora dos muros da cidade! Vai ver a escola de brutalidade do Drácula foi o procedimento dos invasores que ele teve de enfrentar! E, se o Drácula real foi mais cruel do que o vampiro dos filmes, os inimigos invasores que ele enfrentou provavelmente também foram mais cruéis do que ele mesmo!...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CONCORDO PLENAMENTE COM VC :)

      Excluir
    2. Ninguém falou q eles eram bonzinhos. Apenas, q o rei era bem perverso de fato

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. FAZEM ISSO ATE HOJE. VEJAM COMO ESTÁ O ORIENTE E ANALISE. SO MUDOU AS DATAS AS AÇOES SAO AS MESMAS...

      Excluir
    5. Concordo,os turcos foram bem piores que o verdadeiro Dracula.

      Excluir
  4. Muito boa a história gostaria de conheçer

    ResponderExcluir
  5. Muito boa a história gostaria de conheçer

    ResponderExcluir
  6. Muito boa a história gostaria de conheçer

    ResponderExcluir
  7. Como sempre, a maldade do ser humano não tem limites

    ResponderExcluir
  8. Temos q nos preparar querra, o sonho deles,atacar vaticano, empludir o cristo, mussumano bonsinho não existe,não confie!👉

    ResponderExcluir
  9. Temos q nos preparar querra, o sonho deles,atacar vaticano, empludir o cristo, mussumano bonsinho não existe,não confie!👉

    ResponderExcluir
  10. Temos q nos preparar querra, o sonho deles,atacar vaticano, empludir o cristo, mussumano bonsinho não existe,não confie!👉

    ResponderExcluir
  11. O filme A história nunca contada de Dracula. é muito bom

    ResponderExcluir