Novo Planeta Anão Extremo descoberto no Sistema Solar surpreende cientistas


Novo Planeta Anão descoberto no Sistema Solar surpreende cientistas - Capa

Um novo objeto classificado pelos cientistas como 'trans-netuniano' foi descoberto por astrônomos enquanto eles procuravam por um corpo massivo, o hipotético "Planeta 9" ou "Planeta X", muito além da órbita de Netuno.

O pequeno objeto foi descoberto por acaso, e fica 80 vezes mais distante do Sol do que a Terra. Ele foi oficialmente nomeado '2015 TG387' e apelidado "The Goblin".




O anúncio da descoberta foi feito pelo 'Centro de Planetas Menores' da União Astronômica Internacional (IAU) e publicado no 'Astronomical Journal'.

Os cientistas puderam confirmar que o pequeno planetoide é um recordista, se distanciando mais do Sol do que qualquer outro corpo conhecido. Já em sua máxima aproximação com o Sol (periélio), o "Goblin" chega a 65 UA (cada UA, ou Unidade Astronômica, equivale a distância média entre a Terra e o Sol). Para se ter uma ideia existem apenas outros 2 objetos conhecidos que orbitam o Sol a distância similar: o planetoide 2012 VP113 e o planeta anão Sedna.

Órbita Planeta Anão Extremo 2015 TG387

"Nós achamos que poderiam haver milhares de objetos como o 2015 TG387 nas cercanias do nosso sistema, mas a enorme distância faz com que eles sejam muito difíceis de serem encontrados", disse o co-autor do estudo Davi Tholen, da Universidade do Havaí. "Por enquanto nós só pudemos detectar o 2015 TG387 quando ele se aproximou do Sol. Em 99% do tempo de sua órbita de 40 mil anos, seria impossível vê-lo.

Os cientistas desconfiam que algum grande objeto, como o tal "Planeta 9" esteja escondido perto dessa região devido às órbitas coincidentes de diversos pequenos objetos que, como o "Goblin", tem similaridades que não poderiam ser explicadas se não houvesse um grande corpo interagindo com eles. Sobre isso, o site Galeria do Meteorito publicou que, além do Planeta X pode haver ainda um Planeta Y.

Órbita Planeta Anão Extremo 2015 TG387 em comparação

"Esses objetos distantes são como migalhas de pão nos mostrando o caminho para o Planeta X. Quanto mais objetos assim encontrarmos, melhor poderemos entender o Sistema Solar Exterior e o possível planeta que nós acreditamos que está moldando suas órbitas - uma descoberta que poderia redefinir nosso conhecimento sobre a evolução do Sistema Solar", afirmou Scott Sheppard, do 'Carnegie Institution for Science'.

Embora não exista nenhuma prova conclusiva sobre a existência do 'Planeta 9', simulações mostraram que a sua existência poderia explicar as órbitas desse novo pequeno objeto encontrado, e de todos os seus similares, algo que seria muito difícil de ser compreendido se não existisse um grande objeto ali perto.





Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários