Asteroide ricocheteador pode ser responsável pela explosão de Tunguska na Sibéria


Asteroide ricocheteador pode ser responsável pela explosão de Tunguska na Sibéria

Em junho de 1908 uma grande explosão aconteceu nas proximidades do rio Podkamennaya Tunguska, na Sibéria. Cerca de 2000 k² da floresta siberiana foi achatada, como se um enorme trator tivesse passado por cima dela. Três pessoas morreram e os tremores resultantes do evento foram detectados até mesmo em regiões tão distantes quanto os EUA.




Os cientistas estimavam que o asteroide responsável pelo evento devia ter desintegrado na atmosfera, causando a grande explosão com potência de 30 megatons.

Mas agora um novo estudo conduzido pelo astrônomo Daniil Khrennikov , da Universidade Federal da Sibéria e publicado no periódico da 'Royal Astronomical Society' apresenta uma nova possibilidade sobre o que teria realmente acontecido ao "Meteoro de Tunguska": ele pode ter ricocheteado na atmosfera, e voltado para o Espaço, em um evento conhecido como 'Earthgrazer', causando o achatamento da floresta por sua onda de choque.

Meteoro Tunguska
Fotos originais do evento de Tunguska em 1908

As evidências disso datam da época do evento, já que a cratera de impacto desse asteroide jamais foi localizada. Além disso, poucas amostras de meteorito foram encontradas na região, o que é muito incomum para um evento tão grande como esse, se tivesse realmente havido uma colisão.


A pesquisa indica que o bólido pode ter cruzado a atmosfera a uma altitude de 10 ou 15 quilômetros antes de continuar sua jornada no Espaço.

A equipe de pesquisa analisou corpos celestes de diferentes tamanhos, entre 50 e 200 metros, e também diferentes composições, como ferro, rocha e gelo.

Meteor asteroid

Eles descobriram que, se o asteroide fosse constituído de gelo ou rocha, ele não sobreviveria a esse "voo rasante", devido a alta fricção gerada pela atmosfera da Terra. Mas se fosse de ferro sim, poderia ricochetear e voltar ao Espaço.

Os pesquisadores disseram que seu estudo se concentrou na possibilidade, e apresenta indícios do que pode ter acontecido. Novas simulações e cálculos ainda devem ser feitos para que essa teoria seja confirmada.





Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários