Garoto de 11 anos salvou seu avô usando técnicas de GTA V

Leave a Comment

A série de jogos GTA tem uma reputação polêmica na mídia. Muitos pais já proibiram seus filhos de jogar o mais famoso jogo da Rockstar, porém, há aqueles que falam bem da série, e que dizem que os jogos não têm o poder de influenciar uma pessoa.

Na verdade, o jogo GTA influenciou Charley Cullen, de 11 anos... e ainda bem! O pequeno irlandês salvou a sua vida e a de seu avô quando tudo parecia perdido, graças ao seu vício às técnicas do jogo GTA.

GTA game

O menino diz ter escapado de um acidente talvez fatal, justamente por conta de suas competências adquiridas durante centenas de horas jogando GTA V.




Finn Cullen, 79 anos, dirigia seu carro a uma velocidade de 120 km / h em uma rodovia de Dublin. Ele estava acompanhado de seu neto e jogador viciado Charley. O motorista desmaiou subitamente, e seu pé ficou preso no acelerador, e o acidente parecia fatal...

Slane Castle, é um dos locais próximos a estrada onde o acidente quase aconteceu

Seu neto, sentado no banco do passageiro, toma coragem e leva suas mãos ao volante, desviando de todos os carros, usando a rampa de segurança para freá-lo e finalmente, parou o carro usando uma parede...

Ainda assim, o garoto sofreu uma fratura no crânio, e ambos foram encaminhados ao hospital, mas eles ficaram bem. Charley diz que não se lembra de nada após o acidente, mas ele garante que o jogo GTA V foi sua inspiração que evitou um acidente fatal.


Em uma entrevista ao jornal irlandês The Mirror, Charley Cullen diz que se sentiu no jogo se lembrou de partes do jogo GTA 5 no momento do acidente.

 Na verdade, essa era sua única experiência em acidentes, e ele tentou copiar tudo que fazia no jogo para a vida real, e com isso, evitou uma catástrofe.

E mesmo que talvez o menino seja um pouco jovem demais para jogar GTA seu avô provavelmente não vai reclamar disso.




Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário