5 fatos que você não sabia sobre o vírus HIV/AIDS

Leave a Comment
5 fatos que você não sabia sobre o vírus HIV-AIDS - Capa

Muito se falou e ainda se fala sobre o vírus HIV e a AIDS, e você deve achar que já sabe tudo o que podia saber... Só que (provavelmente) não! A ciência como sempre continua a progredir, e cada vez mais novas informações e tratamentos surgem, trazendo novidades impressionantes.

5 fatos que você não sabia sobre o vírus HIV-AIDS - Capa 2

Sim, todos devemos saber que a AIDS é causada pelo vírus HIV (vírus da imunodeficiência humana), que gradualmente compromete a resposta imunológica de nosso organismo ao combater todo tipo de doenças e infecções. Mas ainda existe outros detalhes que muita gente nunca soube sobre esse problema que ainda assombra o mundo.

Por isso listamos 5 fatos que você (provavelmente) não sabia sobre o HIV/AIDS:

1- A transmissão do HIV não é tão simples

5 fatos que você não sabia sobre o vírus HIV-AIDS - Transmissão
Ainda é comum as pessoas terem muito medo de contrair a doença, ao ponto de temerem o menor contato, como um aperto de mãos ou beijos rosto por exemplo, o que não oferece nenhum risco. Contrair a doença não é tão simples como se imagina, e na verdade a maior chance de contágio permanece sendo pelo sexo anal passivo, e mesmo assim, segundo os especialistas, as chances de contrair a doença é de cerca de apenas 3%. Claro que isso não quer dizer de maneira alguma que você deve contar com a sorte ou com as estatísticas e parar de se proteger! O preservativo ainda é mais do que obrigatório em qualquer relação sexual.




2- A “quase cura” da AIDS

5 fatos que você não sabia sobre o vírus HIV-AIDS - Quase cura
Medicamentos e antirretrovirais já conseguem inibir com muita eficiência a infestação do vírus no organismo, prevenindo que ele se instale nas células. É um tipo de "quase cura", onde as chances de retransmissão da doença cai drasticamente, e a pessoa não fica tão sensível a doenças oportunistas, conseguindo ter bastante qualidade de vida, algo que era impensável até algum tempo atrás.

3- A “Pílula do dia seguinte” para o HIV/AIDS

5 fatos que você não sabia sobre o vírus HIV-AIDS - Pílula dia seguinte
Sim, existe um tratamento emergencial para aqueles que tiveram uma relação sexual de risco recentemente. Trata-se de um "Coquetel" de drogas que deve ser tomado durante 28 dias após o contato com o vírus, e dessa forma é possível reduzir drasticamente as chances de contágio em cerca de 90%. Esse tratamento é feito pelo SUS e deve ser iniciado em até 72 horas depois da relação de risco.

4- Bebês de mães com HIV podem nascer saudáveis 

5 fatos que você não sabia sobre o vírus HIV-AIDS - Bebês podem nascer saudáveis
O teste de HIV durante o pré-natal é obrigatório, e se a gestante estiver infectada o tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível, para evitar a transmissão do vírus para o feto. Já é perfeitamente possível hoje em dia que uma mulher infectada de à luz um bebê completamente livre do vírus.

5- Mesmo que os 2 parceiros tenham HIV/AIDS  eles ainda devem usar preservativo 

5 fatos que você não sabia sobre o vírus HIV-AIDS - Parceiros devem usar preservativo
Ao contrário do que possa parecer, o preservativo é essencial mesmo que os dois parceiros sexuais tenham o HIV. Sim, isso é necessário porque sempre existe a possibilidade de contaminação entre diferentes subtipos de vírus, além de outras doenças sexualmente transmissíveis serem um risco muito grande para quem já tem o sistema imonológico comprometido.




Gostou? Então curta nossa página no facebook.
Você vai adorar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário